Categorias
Notícias

O cuidado pode fazer a diferença, até mesmo contra o tráfico humano

“Hoje, declaramos que o cuidado e a prevenção são a força mais poderosa para a mudança, e nos unimos aos sobreviventes para promover o cuidado contra o tráfico humano”, é o que defendem as religiosas que integram a rede Talitha Kum contra o tráfico de pessoas.

“É necessária a vacina para o coração: e esta vacina é o cuidado”: estas são palavras do Papa Francisco por ocasião da mensagem do Dia Mundial da Paz de 2021.

E é justamente o “cuidado” que inspira a campanha de Talitha Kum (a Rede Mundial da Vida Consagrada contra o Tráfico de Seres Humanos) em vista do Dia Mundial contra o Tráfico Humano, celebrado pelas Nações Unidas em 30 de julho.

A campanha “Care Against Trafficking” (Cuidado contra o Tráfico de Pessoas) foi apresentada esta quinta-feira (22/07), porque “não podemos ficar em silêncio enquanto as pessoas em todos os cantos do mundo sofrem por causa do tráfico de pessoas”, lê-se no comunicado.

“Temos a ousadia de levar um passo adiante nessa viajem do cuidar: queremos criar uma mudança sustentável e de longo prazo para desmantelar as estruturas que permitem a opressão e a exploração.”

O apelo de Talitha Kum é que as próprias redes e parceiros “tomem uma posição e ampliem” os esforços para transformar a economia do tráfico em umaeconomia de cuidados que empodere a todos, “especialmente as mulheres, para fomentar comunidades prósperas e seguras”.

“Hoje, declaramos que o cuidado e a prevenção são a força mais poderosa para a mudança, e nos unimos aos sobreviventes para promover o cuidado contra o tráfico humano.”

Enfrentar o mal com a força do bem

Como explica a coordenadora internacional da rede, Ir. Gabriella Bottani – que iniciou seu engajamento nesta luta quando atuava no Brasil – a campanha é uma mensagem para responder à violência do tráfico, de cada forma de exploração, com o cuidar, o cuidado.

“Como o Papa Francisco muitas vezes nos lembra, cuidar é importante para dar valor, dar força ao bem, enfrentando com a força do bem o mal.”

Ir. Gabriella explica que a campanha nas redes sociais consiste em dar voz e visibilidade a “gestos de cuidados para combater o tráfico hoje no nosso mundo globalizado, mas também neste tempo de pandemia, não deixando que a crise seja a última palavra, mas o cuidar, cuidar da dignidade humana, cuidar da liberdade dos nossos irmãos e irmãs, cuidar de gestos cotidianos para que todos tenham vida em abundância”.

Para esta ocasião, as redes de Talitha Kum no mundo foram mobilizadas e convidadas a enviar pequenas histórias de como elas vêm trabalhando este tema do cuidado de sobreviventes: “cuidado das pessoas em situação de risco, cuidado das comunidades feridas por causa do tráfico, cuidado na prevenção, pedindo justiça para nossos irmãos e irmãs feridos pelo tráfico”.

FONTE: VATICAN NEWS