Search
terça-feira 24 novembro 2020
  • :
  • :

Reze o Terço da Esperança e da solidariedade pelo Mês Missionário nesta quarta-feira às 15h30

Ter-o-28-de-outubro-oxjp2mwb81y2g5lnfoo5wy3f7imufmsqz8fetjjzi0

Nesta quarta-feira, 28 de outubro, às 15h30, reze com a Igreja no Brasil o Terço da Esperança e da Solidariedade em prol do mês missionário, exibido diretamente do altar central do Santuário Nacional de Aparecida. O Terço foi produzido e gravado nos estúdios da TV Aparecida (SP) e será transmitido, às 15h30, pelas emissoras de TV e rádio de inspiração católica do país e retransmitido simultaneamente pelas redes sociais da CNBB, Facebook, YouTube e Twitter.

A oração do Terço desta quarta-feira será conduzida pelo arcebispo de Aparecida, dom Orlando Brandes, além da participação do Missionário Redentorista, Irmão Alan Patrick Zuccherato, diretor de programação da TV Aparecida. O Terço será rezado no contexto do Mês Missionário celebrado pela Igreja Católica, que dedica o mês de outubro às reflexões e orações às Missões promovidas em todo o mundo.

Para o momento de oração no altar central do Santuário foram convidados os leigos, sacerdotes e religiosos: Geanderson Silva (Missionário da Fazenda da Esperança); Ana Claudia Martins dos Reis (membro da Pastoral da Saúde); Padre Tiago Henrique (sacerdote da Arquidiocese de Aparecida; esteve por seis meses em missão no Estado do Pará); Irmã Patrícia Bongo (da Congregação Irmãs Missionárias de São Carlos Borromeo) e Padre Luiz Carlos Treider (Missionário Redentorista e que já trabalhou nas Santas Missões Redentoristas).

O Terço da Esperança e da Solidariedade é uma iniciativa da CNBB que vem sendo transmitida, semanalmente, pelas emissoras de TV e rádio de inspiração católica desde o mês de março com a intenção de integrar toda a Igreja no Brasil na oração pela intenção de todos os infectados e falecidos em razão da pandemia do novo Coronavírus.

A ação religiosa vem sendo promovida desde o dia 18 de março. Esta é a sexta vez que a TV Aparecida é cabeça de rede da transmissão.

Via CNBB




Comentários


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *