Search
sexta-feira 30 outubro 2020
  • :
  • :

Incêndio da Catedral de Nantes: comunicado dos bispos franceses

the-cathedral-of-nantes-4785006-640

Segundo o canal de notícias francês BFM, foi detido um homem que estaria envolvido no incêndio da Catedral de Nantes. Esta pessoa era um voluntário que teria recebido ordens para fechar a igreja na véspera do incêndio. Estão sendo feitas investigações sobre o caso, mas o promotor Pierre Sennès afirmou que “qualquer interpretação que possa implicar o envolvimento desta pessoa no que aconteceu é prematura e precipitada”.

Continuam as investigações

Sennes anunciou que será feita uma investigação por incêndio criminoso, mas até o momento não foi encontrado “nenhum sinal de entrada forçada”. O Primeiro Ministro Jean Castex e vários ministros foram imediatamente ao local, prometendo que o Estado fará todos os esforços para a reconstrução e para esclarecer o caso. As chamas – circunscritas pelos bombeiros – se desenvolveram perto do órgão, que ficou destruído, e em ambos os lados da nave.

Fogo iniciou no órgão

Segundo as primeiras reconstruções as chamas se desenvolveram por volta das 7h30 da manhã. Logo depois os habitantes da área deram o alarme: através da janela rosácea gótica, viram o impressionante fogo dentro da catedral. Cerca de 100 bombeiros vieram de toda a região, os primeiros não hesitaram em arrombar a porta para intervir imediatamente. Todos os esforços foram concentrados no objeto de maior risco, o grande órgão que havia pegado fogo primeiro. Em seguida, cuidaram de proteger as obras de arte que enriquecem as paredes da catedral.

Os bispos: ferido o coração de todos os fiéis

Em um comunicado, a Conferência Episcopal Francesa deu voz aos sentimentos de todos os católicos do país, salientando que “após o incêndio de Notre-Dame em Paris em abril de 2019 e o desta mesma catedral em Nantes em 1972, não é apenas uma parte do patrimônio religioso que é destruído, mas também um símbolo da fé católica que é danificada, ferindo o coração de todos aqueles para quem estes edifícios são lugares de oração, abrigos espirituais, pontos de referência para sua fé”.

Os católicos da França em oração

Os bispos franceses convidam os católicos franceses a se unirem em oração em apoio aos católicos de Nantes e comunicaram que, de Bruxelas, o Presidente da República, Emmanuel Macron, falou com o Presidente da Conferência Episcopal da França, Dom Eric de Moulins-Beaufort, exprimindo “sua compaixão”. “Macron quis expressar o vínculo que une a comunidade nacional com a comunidade católica diante deste novo drama”.

Via Vatican News




Comentários


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *