Search
quinta-feira 6 maio 2021
  • :
  • :

Últimos dias antes do Natal – 18 de dezembro do Advento

Jesus, cujo nascimento contou com a colaboração humana, é o Filho de Deus, o Deus conosco. Acolhendo o anúncio do anjo, José, homem justo, coopera para que se cumpram as promessas do Senhor.

Primeira Leitura: Jeremias 23,5-8

Leitura do livro do profeta Jeremias – 5“Eis que virão dias, diz o Senhor, em que farei nascer um descendente de Davi; reinará como rei e será sábio, fará valer a justiça e a retidão na terra. 6Naqueles dias, Judá será salvo e Israel viverá tranquilo; este é o nome com que o chamarão: ‘Senhor, nossa justiça’. 7Eis que virão dias, diz o Senhor, em que já não se usará jurar ‘pela vida do Senhor que tirou os filhos de Israel do Egito’, 8mas sim ‘pela vida do Senhor que tirou e reconduziu os descendentes da casa de Israel desde o país do norte e todos os outros países para onde os expulsara; eles então irão habitar em sua terra’”. – Palavra do Senhor.

Salmo Responsorial: 71(72)

R. Nos seus dias, a justiça florirá / e paz em abundância, para sempre.

  1. Dai ao rei vossos poderes, Senhor Deus, / vossa justiça ao descendente da realeza! / Com justiça ele governe o vosso povo, / com equidade ele julgue os vossos pobres. – R.
  2. Libertará o indigente que suplica / e o pobre ao qual ninguém quer ajudar. / Terá pena do indigente e do infeliz / e a vida dos humildes salvará. – R.
  3. Bendito seja o Senhor Deus de Israel, / porque só ele realiza maravilhas! / Bendito seja o seu nome glorioso! / Bendito seja eternamente! Amém, amém! – R.

Evangelho: Mateus 1,18-24

Proclamação do evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus – 18A origem de Jesus Cristo foi assim: Maria, sua mãe, estava prometida em casamento a José, e, antes de viverem juntos, ela ficou grávida pela ação do Espírito Santo. 19José, seu marido, era justo e, não querendo denunciá-la, resolveu abandonar Maria em segredo. 20Enquanto José pensava nisso, eis que o anjo do Senhor apareceu-lhe, em sonho, e lhe disse: “José, filho de Davi, não tenhas medo de receber Maria como tua esposa, porque ela concebeu pela ação do Espírito Santo. 21Ela dará à luz um filho, e tu lhe darás o nome de Jesus, pois ele vai salvar o seu povo dos seus pecados”. 22Tudo isso aconteceu para se cumprir o que o Senhor havia dito pelo profeta: 23“Eis que a virgem conceberá e dará à luz um filho. Ele será chamado pelo nome de Emanuel, que significa: Deus está conosco”. 24Quando acordou, José fez conforme o anjo do Senhor havia mandado e aceitou sua esposa. – Palavra da salvação.

Reflexão:

A passagem bíblica narra sobre a gravidez de Maria “por obra do Espírito Santo” e o matrimônio dela com José, “filho de Davi”. É natural que José estranhe a gravidez de sua esposa “antes de viverem juntos”. Enquanto fica matutando sobre que atitude tomar, eis que Deus vem esclarecer-lhe os fatos: “Um anjo do Senhor lhe apareceu em sonho, dizendo: ‘José, filho de Davi, não tenha medo de receber Maria como sua esposa, pois o que nela foi gerado provém do Espírito Santo’”. José compreende que se trata de grandiosa intervenção de Deus em vista da salvação do mundo e que ele, José, está sendo escolhido para fazer parte desse maravilhoso plano divino. Uma vez resolvido o equívoco, do mesmo modo que Maria, José entrega-se à vontade de Deus.




Comentários


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *