Search
sexta-feira 26 fevereiro 2021
  • :
  • :

3ª Semana do Advento – Sábado

Primeira Leitura: Cântico 2,8-14

Leitura do livro do Cântico dos Cânticos – É a voz do meu amado! Eis que ele vem saltando pelos montes, pulando sobre as colinas. O meu amado parece uma gazela ou um cervo ainda novo. Eis que ele está de pé atrás de nossa parede, espiando pelas janelas, observando através das grades. O meu amado me fala, dizendo: “Levanta-te, minha amada, minha rola, formosa minha, e vem! O inverno já passou, as chuvas pararam e já se foram. No campo aparecem as flores, chegou o tempo das canções, a rola já faz ouvir seu canto em nossa terra. Da figueira brotam os primeiros frutos, soltam perfume as vinhas em flor. Levanta-te, minha amada, formosa minha, e vem! Minha rola, que moras nas fendas da rocha, no esconderijo escarpado, mostra-me teu rosto, deixa-me ouvir tua voz! Pois a tua voz é tão doce, e gracioso o teu semblante”. – Palavra do Senhor.

 

Salmo Responsorial: 32(33)

Ó justos, alegrai-vos no Senhor! / Cantai para o Senhor um canto novo!
1. Dai graças ao Senhor ao som da harpa, / na lira de dez cordas celebrai-o! / Cantai para o Senhor um canto novo, / com arte sustentai a louvação! – R.
2. Mas os desígnios do Senhor são para sempre, † e os pensamentos que ele traz no coração, / de geração em geração, vão perdurar. / Feliz o povo cujo Deus é o Senhor / e a nação que escolheu por sua herança! – R.
3. No Senhor nós esperamos confiantes, / porque ele é nosso auxílio e proteção! / Por isso o nosso coração se alegra nele, / seu santo nome é nossa única esperança. – R.

Evangelho: Lucas 1,39-45
Proclamação do evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas – Naqueles dias, Maria partiu para a região montanhosa, dirigindo-se, apressadamente, a uma cidade da Judeia. Entrou na casa de Zacarias e cumprimentou Isabel. Quando Isabel ouviu a saudação de Maria, a criança pulou no seu ventre, e Isabel ficou cheia do Espírito Santo. Com um grande grito, exclamou: “Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre! Como posso merecer que a mãe do meu Senhor me venha visitar? Logo que a tua saudação chegou aos meus ouvidos, a criança pulou de alegria no meu ventre. Bem-aventurada aquela que acreditou, porque será cumprido o que o Senhor lhe prometeu”. – Palavra da salvação.
Reflexão:

Ao dar seu sim ao projeto de Deus, Maria não se encolhe nem se esconde. Ao contrário, impregnada do amor de Deus, ela extravasa seu amor para com o próximo. Cheia do Espírito Santo e de alegria, ela parte espontaneamente e vai auxiliar a prima Isabel, grávida de seis meses. Quem aceita Deus na própria vida e está repleto do Espírito Santo, não se apega a seus projetos pessoais, mas se dispõe a percorrer, com disposição e entusiasmo, também os caminhos mais difíceis. Neste encontro de Maria com Isabel, as duas mães se unem no sublime louvor a Deus, o qual continua operando, de maneira admirável, a salvação do gênero humano.




Comentários


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *