Categorias
Evangelho do dia

4º Domingo da Páscoa

(branco, glória, creio – 4ª semana do saltério)

A terra está repleta da misericórdia do Senhor; por sua palavra os céus foram firmados, aleluia (Sl 32,5s).

O Bom Pastor entregou inteiramente sua vida por nós e manifesta sua ternura por todos os que se deixam conduzir por ele. Como filhos e filhas reunidos para celebrar, buscamos nosso refúgio no Senhor, que é bom e misericordioso e nos conduz por caminhos seguros. Rezemos pelas vocações presbiterais e religiosas e por todas as que se dispõem a estar a serviço do Reino de Deus.

Primeira Leitura: Atos 4,8-12

Em Cristo ressuscitado, bom pastor e pedra angular, encontramos a salvação. Por meio dele, Deus demonstrou o amor com que trata cada um de nós.

Leitura dos Atos dos Apóstolos – Naqueles dias, 8Pedro, cheio do Espírito Santo, disse: “Chefes do povo e anciãos, 9hoje estamos sendo interrogados por termos feito o bem a um enfermo e pelo modo como foi curado. 10Ficai, pois, sabendo todos vós e todo o povo de Israel: é pelo nome de Jesus Cristo, de Nazaré – aquele que vós crucificastes e que Deus ressuscitou dos mortos -, que este homem está curado diante de vós. 11Jesus é a pedra que vós, os construtores, desprezastes e que se tornou a pedra angular. 12Em nenhum outro há salvação, pois não existe debaixo do céu outro nome dado aos homens pelo qual possamos ser salvos”. – Palavra do Senhor.

Salmo Responsorial: 117(118)

A pedra que os pedreiros rejeitaram / tornou-se agora a pedra angular.

1. Dai graças ao Senhor, porque ele é bom! / “Eterna é a sua misericórdia!” / É melhor buscar refúgio no Senhor / do que pôr no ser humano a esperança; / é melhor buscar refúgio no Senhor / do que contar com os poderosos deste mundo! – R.

2. Dou-vos graças, ó Senhor, porque me ouvistes / e vos tornastes para mim o salvador! / A pedra que os pedreiros rejeitaram / tornou-se agora a pedra angular. / Pelo Senhor é que foi feito tudo isso: / que maravilhas ele fez a nossos olhos! – R.

3. Bendito seja, em nome do Senhor, / aquele que em seus átrios vai entrando! / Vós sois meu Deus, eu vos bendigo e agradeço! / Vós sois meu Deus, eu vos exalto com louvores! / Dai graças ao Senhor, porque ele é bom! / “Eterna é a sua misericórdia!” – R.

Segunda Leitura: 1 João 3,1-2

Leitura da primeira carta de São João – Caríssimos, 1vede que grande presente de amor o Pai nos deu: de sermos chamados filhos de Deus! E nós o somos! Se o mundo não nos conhece, é porque não conheceu o Pai. 2Caríssimos, desde já somos filhos de Deus, mas nem sequer se manifestou o que seremos! Sabemos que, quando Jesus se manifestar, seremos semelhantes a ele, porque o veremos tal como ele é. – Palavra do Senhor.

Evangelho: João 10,11-18

Aleluia, aleluia, aleluia.

Eu sou o bom pastor, diz o Senhor. / Eu conheço minhas ovelhas e elas me conhecem a mim (Jo 10,14). – R.

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo João – Naquele tempo, disse Jesus: 11“Eu sou o bom pastor. O bom pastor dá a vida por suas ovelhas. 12O mercenário, que não é pastor e não é dono das ovelhas, vê o lobo chegar, abandona as ovelhas e foge, e o lobo as ataca e dispersa. 13Pois ele é apenas um mercenário e não se importa com as ovelhas. 14Eu sou o bom pastor. Conheço as minhas ovelhas, e elas me conhecem, 15assim como o Pai me conhece e eu conheço o Pai. Eu dou minha vida pelas ovelhas. 16Tenho ainda outras ovelhas que não são deste redil: também a elas devo conduzir; elas escutarão a minha voz, e haverá um só rebanho e um só pastor. 17É por isto que o Pai me ama, porque dou a minha vida para depois recebê-la novamente. 18Ninguém tira a minha vida, eu a dou por mim mesmo; tenho poder de entregá-la e tenho poder de recebê-la novamente; essa é a ordem que recebi do meu Pai”. – Palavra da salvação.

Reflexão:

No Evangelho deste domingo, Jesus se apresenta como o bom pastor. Ora, se há o bom pastor, é sinal de que pode haver também o mau pastor. Quem é o bom e quem é o mau pastor? Jesus se diz bom pastor, porque conhece seu povo e o povo o conhece. Conhecer, em sentido bíblico, é ter consciência que cria comunhão de vida, relação pessoal de amor e amizade. Conhecer de verdade as pessoas implica disposição a pagar o preço de se colocar ao lado delas. Jesus é o bom pastor, porque dá a vida para que as pessoas a tenham em plenitude. Toda a prática de Jesus foi a favor da vida do mais necessitado. Quem ama de verdade é capaz de se doar pela vida do amado e não foge diante do perigo. Jesus é o bom pastor, porque se preocupa com todos, e não apenas com um pequeno grupo. Jesus não é exclusividade de um único povo. Sua proposta de vida é para todas as pessoas e para todos os povos. Infelizmente, existem também maus pastores. São os mercenários que se preocupam consigo mesmos; não têm interesse pela vida do povo. O mercenário instrumentaliza as pessoas para seu próprio fim, porque só vê e valoriza as pessoas enquanto lhe são “úteis”.(Dia a dia com o Evangelho 2024)

FONTE: PAULUS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *