Search
sexta-feira 20 julho 2018
  • :
  • :

Papa pretende confirmar Estatutos da Comissão para a Tutela dos Menores

O Papa Francisco anunciou que tem a intenção de confirmar o caminho definitivo dos Estatutos da Pontifícia Comissão para a Tutela dos Menores (PCTM), durante a audiência particular concedida neste sábado (21/04), aos membros da comissão.

A notícia foi divulgada pelo organismo criado por Francisco, em março de 2014, cujo presidente é o Arcebispo de Boston, Cardeal Sean Patrick O’Malley [na foto com o Papa].

Por sua vez, a comissão referiu ao Papa as prioridades que se refletem nos seguintes Grupos de Trabalho: “Trabalhar com os sobreviventes”, “Instrução e formação” e “Diretrizes e padrões de proteção”.

“Esses grupos”, recorda o comunicado, “são parte integrante da estrutura de trabalho da Comissão e realizam pesquisas e projetos nas áreas centrais para a missão de fazer da Igreja “uma casa segura” para crianças, adolescentes e adultos vulneráveis aos abusos.

Encontro com o Painel Consultivo do Sobrevivente

Reunida em assembleia plenária que se concluiu este domingo (22/04), a Pontifícia Comissão para a Proteção dos Menores dedicou o primeiro dia à escuta dos membros do Painel Consultivo do Sobrevivente (Survivor Advisory Panel) da Comissão Nacional Católica para a Proteção provenientes da Inglaterra e Gales.

O encontro faz parte do compromisso contínuo da Comissão a fim de garantir que as ideias e a contribuição das pessoas que sofreram abusos marquem todos os aspectos de seu trabalho.

As pessoas convidadas declararam que a experiência de ser ouvidas com atenção pelos membros da comissão foi fortificante: puderam ver que o que falaram e o colocar em primeiro lugar as vítimas, teve um impacto sobre a comissão.

“Espero que a nossa visita ajude a comissão a desenvolver uma rede mais ampla de vítimas” dispostas a apoiar o trabalho do organismo”, declarou um dos membros do Painel Consultivo do Sobrevivente.

Por outro lado, a Comissão para a Tutela dos Menores é muito grata ao Painel Consultivo do Sobrevivente por ter partilhado conhecimentos e experiências com a assembleia, pois isso irá ajudar a desenvolver percursos eficazes para integrar a voz das vítimas na vida e no ministério da Igreja.

Durante a plenária, a comissão ouviu os relatos sobre “Os resultados da Comissão Real Australiana” (Australian Royal Commission), sobre a “Convenção das Nações Unidas para os Direitos da Infância” e sobre “O papel das comunidades de fé na superação do trauma de abuso”.

Por Vatican News




Comentários


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *