Search
segunda-feira 22 outubro 2018
  • :
  • :

Atividades do Círio de Nazaré 2018 já movimentam arquidiocese de Belém

“Uma jovem chamada Maria” é o tema da 226ª edição do Círio de Nazaré, realizado na arquidiocese de Belém (PA). No próximo dia 14 de outubro, milhares de pessoas devem ocupar as ruas da capital paraense no ponto alto da festa que já começou e seguirá, pelo menos, até o dia 29 do próximo mês. O papa Francisco também está em sintonia com a festividade e enviou uma mensagem.

A arquidiocese está envolvida em torno da temática do Círio 2018 e vivencia um “grande processo de evangelização, de encontros nas famílias”, conta o arcebispo de Belém (PA), dom Alberto Taveira Corrêa. Cerca de 120 mil famílias devem ser atingidas com as visitas neste processo de evangelização.

Dom Alberto ressalta que o Círio é preparado com muita intensidade com o envolvimento das estruturas da Igreja e da sociedade no evento: “E o desejo nosso é que o Círio contribua, justamente para essa consciência a respeito do tema da juventude, a importância da Juventude na Igreja e os processos de evangelização que precisam ser percorridos”.

O Círio reúne multidões. No ano passado, foram 2,5 milhões de pessoas, segundo a Polícia Militar paraense. Dom Alberto ressalta, no entanto, que o Círio não um dia só.

“Ao todo, na quinzena do Círio, que lá se chama de quadra nazarena, nós temos 12 procissões. E depois temos duas semanas em seguida que a gente convida bispos do Brasil inteiro, em um processo de pregações com temas marianos que percorre aqueles quinze dias, além das santas missas, das confissões”, explica.

O arcebispo chama atenção para uma especificidade interessante de Belém. Nesta festa dedicada a Nossa Senhora de Nazaré, a Rainha da Amazônia, não acontece uma novena antecedendo o dia do padroeiro, como é de costume na piedade popular brasileira, mas sim uma tem quinzena após a celebração principal. “Ela começa no dia do Círio, daí para frente nós temos quinze dias de atividades, de basílica cheia”, projeta.

Além das visitas às famílias, nestes dias que antecedem o Círio, a imagem de Nossa Senhora visita vários locais. Dom Alberto e seus auxiliares, dom Antônio de Assis Ribeiro e dom Irineu Roman, levam a mística do Círio às penitenciárias. “Ao todo são 24 unidades penais de maiores e de menores. Nós vamos a essas unidades com a Pastoral Carcerária levando a imagem de Nossa Senhora de Nazaré, uma experiência muito bonita”, relata.

Também são realizadas celebrações em universidades, repartições públicas e escolas, que pedem a visita da imagem de nossa Senhora de Nazaré. “Se você chegar a Belém nesse período, toda hora você vê a comitiva com batedor, com tudo, com a imagem para lá e para cá, visitando. Muda tudo”, afirma dom Alberto, que reforça o envolvimento de toda a população com o Círio de Nazaré.

Dom Alberto Taveira também iniciou na última sexta-feira, 28, uma série de artigos sobre a temática do Círio de 2018. Acompanhe aqui.

Mensagem do Papa

O papa Francisco enviou, em 21 de setembro, a tradicional mensagem ao fieis da arquidiocese de Belém e de outras partes do Brasil que irão participar da 226ª edição do Círio de Nazaré. No texto, Francisco lembra e pede oração pelo Sínodo Extraordinário dos Bispos para a Amazônia: “saúda os fiéis reunidos na querida arquidiocese de Belém do Pará, vindos de todos os cantos da Amazônia, para agradecer e renovar aos pés da sua amada Padroeira, Senhora de Nazaré, seus pedidos, entre os quais a Sua intercessão pelos trabalhos preparatórios para o Sínodo Extraordinário dos Bispos para a Amazônia”.

O papa convida a seguir o exemplo de Maria e confiar em sua intercessão: “Ao dar-nos o Salvador do mundo, Maria é a fonte viva da esperança; portanto, a esta fonte possam voltar a cada dia, como peregrinos confiantes, para haurir fé e conforto, alegria e amor, segurança e paz”.

Via CNBB




Comentários


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *